Saiba mais sobre a fissura anal - Blog Unicpharma
Shutterstock 1018598905

Saiba mais sobre a fissura anal

A fissura anal surge de situações ou condições clínicas em que há pressão constante nos músculos do ânus

A fissura anal é uma ferida na pele que reveste o canal e/ou a margem do ânus. Pode ser classificada de duas formas: aguda (quando é superficial) ou crônica (quando tem bordas endurecidas).
Entre as causas mais comuns da fissura anal estão situações ou condições clínicas em que há pressão constante sobre os músculos do ânus. 
Exemplos: defecação de fezes muito grandes e/ou endurecidas, esforço excessivo para evacuar, diarreia persistente, prática de sexo anal, parto normal e doenças que inflamam o intestino (como a doença de Crohn, por exemplo).
Você sabe que sofre com fissura anal quando sente uma dor severa, parecida com um corte fundo na pele, que é mais intensa durante a evacuação, mas persiste um bom tempo depois. 
Nesse caso, observe, ainda, se há presença de sangue no papel higiênico, se sente coceira e/ou ardência ao redor do ânus ou mesmo se há rachaduras na pele que fica ao redor do local.
É muito comum que a fissura anal seja confundida com hemorroida. Por isso, a avaliação médica é fundamental, já que as duas condições são distintas e têm tratamentos específicos.
O tratamento da fissura anal pode envolver mudança na alimentação, banhos de assento e uso de medicamentos com prescrição médica.
Em geral, essas medidas são eficientes para curar a fissura anal aguda. No caso de uma fissura anal crônica que resista a esse tratamento, a cirurgia pode ser recomendada.
Importante: quando a fissura anal não é tratada adequadamente, as chances de a pessoa vir a sofrer com outras fissuras anais se tornam grandes. Também há risco de a ferida “avançar” pelo canal anal.
Então, se perceber os sintomas, não deixe de procurar um médico, acreditando que o problema vai se resolver sozinho.
A fissura anal, além de desconfortável, pode evoluir para complicações sérias, portanto, precisa ser removida.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *