Qual é a diferença entre intolerância e alergia alimentar? - Blog Unicpharma
145599 Qual E A Diferenca Entre Intolerancia E Alergia Alimentar

Qual é a diferença entre intolerância e alergia alimentar?

Muitas vezes tratadas como sinônimas, intolerância e alergia alimentar não são a mesma coisa. Porém, ambas são reações que ocorrem após a ingestão de determinados alimentos e que estão cada vez mais presentes em nossa sociedade. Isso quer dizer que o número de pessoas que experimentam sensações desagradáveis ao ingerir certos alimentos não para de crescer.

Por isso, é importante conhecer as causas e consequências da intolerância e da alergia alimentar para o organismo. Continue lendo nosso post para saber mais sobre esse assunto!

O que é alergia alimentar?

A alergia alimentar é uma resposta imunológica específica que ocorre em pessoas sensíveis. Nesse processo, o corpo “entende” certos componentes dos alimentos como agentes agressores e orquestra uma resposta contra eles — com o auxílio de anticorpos.

Qualquer alimento tem o potencial de causar alergia. Porém, os alimentos que mais comumente causam alergia alimentar são: leite, ovo, trigo, soja, amendoim, castanhas, peixes e frutos do mar. Três deles estão mais frequentemente associados ao problema. O primeiro é o leite, mais especificamente a caseína. Essa proteína causa alergia em crianças, mas o problema tende a desaparecer com o tempo.

Em seguida, o ovo. A reação alérgica se dá contra proteínas presentes em maior quantidade na clara do que na gema — e costuma se manifestar com maior intensidade quando o ovo é consumido cru.

Outro alimento com grande potencial alergênico é o trigo. Nesse caso, não estamos falando da doença celíaca, mas sim da reação contra a proteína gliadina.

O que é intolerância alimentar?

A intolerância alimentar aparece quando o corpo tem dificuldade em digerir certos nutrientes. Os exemplos mais comuns são a intolerância à lactose e a doença celíaca.

No primeiro caso, a deficiência da enzima lactase no organismo impede o correto processamento da lactose. Já os portadores da doença celíaca têm dificuldade em digerir o glúten, um tipo de proteína encontrado não apenas no trigo, mas também em outros cereais.

Como diferenciar os sintomas de intolerância e alergia alimentar?

Como vimos, um mesmo alimento — como o leite ou o trigo — pode apresentar diferentes componentes que causam alergia e/ou intolerância. Na prática, como é possível diferenciar esses dois distúrbios que causam sintomas tão desagradáveis?

No caso das intolerâncias, os efeitos negativos tendem a se manifestar no sistema gastrointestinal. Dores abdominais, inchaço, excesso de gases, vômitos e diarreia costumam aparecer alguns minutos — ou horas — após a ingestão do nutriente que o corpo não digere corretamente.

Já quando ocorre uma resposta alérgica, os sintomas são mais disseminados pelo corpo e podem aparecer em até 2 horas após o consumo da substância alergênica. Isso se dá por conta da grande produção de histamina, uma mediador bioquímico que estimula as reações como o edema, a vermelhidão e a coceira, além de outros mediadores inflamatórios.

Os casos graves de alergia podem culminar com o choque anafilático. Essa condição é caracterizada por sintomas sistêmicos que acometem mais de um órgão como queda da pressão arterial, alterações respiratórias, edema de glote, alterações neurológicas, entre outros com restrição ao fluxo de ar. Se a situação não for revertida, pode ocorrer desmaio ou mesmo a morte.

Assim, conhecer as diferenças entre a alergia e a intolerância alimentar é importante para prevenir complicações que podem ser, até mesmo, fatais. Com acompanhamento médico — e por meio de mudanças na alimentação —, é possível levar uma vida completa e saudável.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *