Corrida Vs Esteira

Passe da esteira para as ruas neste verão

Com o sol brilhando lá fora, a vontade de sair ao ar livre e treinar com vento soprando na nuca aumenta. Mas na dá para decidir mudar de um dia para o outro (ou seu corpo pode reclamar da mudança com dores e cansaço fora do comum). O ideal é conversar com seu professor e combinar com ele uma fase de transição da esteira para as ruas.

“Os movimentos são diferentes: na esteira, há uma manta de rolagem que mantém a velocidade do atleta constante”, afirma o personal trainer Emerson Gomes. “Quem treina na esteira tem mania de correr saltando para cima. Isso acontece porque, quanto maior o tempo de vôo, mais rápido você consegue ir. Na rua, não é assim: seu desempenho só aumenta na medida em que você corre para a frente e mais rápido”.

Fazer isso, no entanto, fica mais fácil com uma plano de transição. A seguir, confira as dicas do professor Emerson Gomes para passar o verão em forma, aproveitando o sol e a brisa para treinar.

Mais passadas com um podômetro, controle o seu número de passadas por minuto. Direcione seu treino para que você consiga dar entre 87 e 90 delas por minuto.

Inclinação na esteira já na largada, abandone a rolagem plana. Coloque 0,5% de inclinação no início do exercício, deixando a mecânica mais parecida com a rua e simulando a dificuldade oferecida pelo atrito com o vento.

Mais musculação mesmo que você já faça exercícios de fortalecimento muscular, aumente sua dedicação a eles na fase de transição. O chão das ruas é mais resistente do que a esteira, que amortece melhor o impacto das pisadas. Com isso, há mais risco de lesões por esforço repetitivo.

Hidratação na esteira, o ideal é consumir 400mL de água a cada 30 minutos de treino. Essa necessidade muda nas ruas: treinos com mais de uma hora pedem o consumo de bebidas isotônicas.

Carboidratos a exigência de energia nas corridas de rua é maior, por isso acrescente mais carboidratos nas suas refeições, garantindo pique para aguentar a jornada de treino ao ar livre.

 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *